Pesquize em toda a Web

Aluguéis novos têm queda real de mais de 13% em maio, diz FipeZap

quinta-feira, 16 de junho de 2016


Queda de 5,12% em 12 meses é a maior desde 2009.Pesquisa não considera os contratos de aluguel já vigentes.

Os preços médios para novos aluguéis tiveram uma queda real de mais de 13% entre maio de 2015 e maio de 2016, segundo o Índice FipeZap de Locação divulgado nesta quarta-feira (15). O preço médio anunciado para locação por m² nas 11 cidades pesquisadas no mês passado foi de R$ 30,69/mês - em abril foi de R$ 30,86. (Continue Lendo)

Preço médio dos aluguéis por m²
Em R$, considerando novos contratos
36,6535,4232,5827,5426,0921,9821,9320,9519,9919,0516,89Rio de JaneiroSão PauloDistrito FederalSantosRecifeCampinasPorto AlegreSalvadorBelo HorizonteSão Bernardo doCampoCuritiba02040
Fonte: FipeZap
Nos últimos 12 meses, a queda dos preços foi de 5,12% – recorde negativo para a série histórica, que começou em 2009, e a 12ª queda nominal nos últimos 12 meses. Se considerada a inflação de 9,32% para o período medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a queda real foi de 13,21%.
Já na variação mensal, os preços de locação tiveram queda de 0,52% entre abril e maio.
Todas as cidades pesquisadas tiveram resultados inferiores à inflação em 12 meses e queda real (variação dos preços considerando a inflação no mesmo período).

Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Porto Alegre, Santos e Distrito Federal tiveram queda nominal de preços.
Contratos já vigentes
A pesquisa não leva em consideração os contratos de aluguel que já estão valendo. Nesses casos, os preços são geralmente ajustados de acordo com o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) da FGV, ou outros índices de correção.
O índice então leva em consideração apenas os preços anunciados para novos contratos de aluguéis.
Rentabilidade do aluguel
Para donos de imóveis, o rendimento do investimento em maio foi de 4,5%. No mesmo período, a poupança teve rendimento real negativo de 1,1%.
A maior rentabilidade foi verificada em Santos, com 6,5%, seguida por Recife, com 5,2%.

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP