Pesquize em toda a Web

Inflação sobe três vezes mais que preços de aluguéis em 2014

domingo, 22 de fevereiro de 2015


Casa em cima de moedas
Preço médio de locação em janeiro ficou em 34 reais por metro quadrado

São Paulo - O preço médio dos aluguéis de imóveis em nove cidades brasileiras registrou uma tímida alta de 2,38% entre os meses de janeiro de 2014 e janeiro de 2015.

A valorização é três vezes menor do que a inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) no mesmo período, de 7,14%.

As informações são do Índice FipeZap de Locação, que acompanha a variação dos preços de locação no mercado imobiliário de nove cidades (Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador, Santos, São Bernardo do Campo e São Paulo).

O indicador considera os preços anunciados no Zap Imóveis para novos aluguéis, portanto não mede a variação dos contratos vigentes, que costumam ser reajustados pelo IGP-M/FGV (Índice Geral de Preços - Mercado) ou por outros índices de correção.

Ao analisar os valores de locações novas, o índice visa mostrar de forma mais dinâmica como a demanda e a oferta por moradia estão se relacionando.

De acordo com o FipeZap de janeiro, o preço médio de locação mensal anunciado nas nove cidades pesquisadas foi de 34 reais por metro quadrado, o equivalente a um aluguel de 3.400 reais para um imóvel de 100 metros quadrados.

A cidade com o metro quadrado mais caro foi o Rio de Janeiro (41 reais/mês), seguida por São Paulo (37 reais/mês). O município com média de aluguel mais barata foi Curitiba (16 reais/mês).

Veja na tabela a seguir a variação dos preços dos aluguéis em janeiro de 2015, dezembro de 2014 e nos últimos 12 meses. A lista foi classificada a partir da variação em janeiro e aparece na ordem descrescente.

RegiãoVariação em janeiroVariação em dezembroVariação nos últimos 12 meses
Salvador2,55%0,04%0,87%
IPCA1,24%0,78%7,14%
IGP-M0,76%0,62%3,98%
São Bernardo do Campo0,76%-0,20%-1,32%
Brasília0,64%0,52%9,61%
Campinas0,41%-0,63%3,58%
São Paulo0,34%0,50%1,60%
Média (9 cidades)0,16%0,08%2,38%
Rio de Janeiro0,11%-0,44%2,31%
Santos-0,34%0,67%5,13%
Porto Alegre-0,77%-0,19%2,42%
Curitiba-3,54%-0,60%-3,67%
Agora veja o preço médio do aluguel mensal nas nove cidades acompanhadas pelo FipeZap.

CidadePreço médio (R$/m²)
Rio de JaneiroR$ 41
São PauloR$ 37
Média (9 cidades)R$ 34
BrasíliaR$ 30
SantosR$ 28
Porto AlegreR$ 22
CampinasR$ 22
SalvadorR$ 21
São Bernardo do CampoR$ 18
CuritibaR$ 16


Rendimento

Outro dado interessante do Índice FipeZap Locação é o retorno médio dos aluguéis. A medida é usada para mostrar o valor que os proprietários obtêm com a locação do imóvel em relação ao valor de venda da propriedade e serve como parâmetro para comparar a rentabilidade dos aluguéis com o de outras aplicações.

Em janeiro, o retorno médio dos aluguéis foi de 4,8% ao ano. O dado foi calculado a partir da divisão do valor médio de locação mensal pelo valor de venda de janeiro e multiplicado por 12.

Apesar de o rendimento de 4,8% ser inferior ao da poupança, por exemplo, que fechou 2014 com uma alta de 6,43%, a renda obtida com o aluguel é apenas uma parte do retorno que o investidor obtém ao aplicar em imóveis, já que existe também a valorização no preço de venda da propriedade.

Segundo Eduardo Zylberstajn, economista da Fipe responsável pelo índice, para comparar o retorno aluguel com outras aplicações o ideal é observar o rendimento real dos outros investimentos, ou seja, o retorno acima da inflação.

"Muitas pessoas comparam o retorno da poupança com o retorno do aluguel e acham que existe uma bolha imobiliária porque enquanto a poupança está rendendo quase 7%, o aluguel subiu 4,8%. Ocorre que o retorno do aluguel é como se fosse apenas o cupom pago no investimento em imóveis, além disso é preciso observar a variação no preço de venda do imóvel", diz Zylberstajn.

O economista afirma que, como a valorização dos imóveis em muitos casos tende a acompanhar a inflação no longo prazo, é como se o alguel fosse o retorno acima da inflação que o imóvel gera para o investidor. Portanto, seria mais interessante comparar o retorno do aluguel com o retorno real (acima da inflação) da poupança e de outros investimentos.

Veja na tabela a seguir o retorno médio dos aluguéis em janeiro, o retorno real da poupança e a taxa de juros real (que mostra o retorno médio das aplicações de renda fixa acima da inflação). A lista foi ordenada do maior para o menor retorno.

Santos6,80%
Taxa de juros real*5,40%
Salvador5,40%
Porto Alegre5,30%
São Paulo5,20%
Campinas5,10%
Média (9 cidades)4,80%
São Bernardo do Campo4,70%
Rio de Janeiro4,30%
Brasília4,20%
Curitiba3,80%
Poupança (rendimento real)*-0,70%

*Para mostrar o retorno dos investimentos acima da inflação, foi usada como referência a taxa de swap Pré x DI (BM&F) de 360 dias descontada da expectativa de inflação para os próximos 12 meses (Banco Central).

Os contratos de swap preveem a troca de rentabilidades de diferentes índices. A taxa de swap foi usada pois esse tipo de contrato reflete as expectativas de juros reais para os próximos 12 meses, em vez de mostrar os juros reais passados. Assim, a comparação fica mais compatível com os retornos dos aluguéis, que por serem baseados nos dados de venda e locação de janeiro indicam o rendimento que está por vir, e não o retorno passado.(Exame/FipeZap)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP