Pesquize em toda a Web

Corretores de imóveis devem se adaptar ao mundo digital para se manter no mercado

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Corretores de imóveis devem se adaptar ao mundo digital para se manter no mercadoO corretor imobiliário precisa ter diferencial no atendimento, conhecer bem o cenário econômico e postura para transmitir segurança ao se relacionar com o cliente.
Os tempos mudaram. E a forma de procurar um imóvel também. Com a ajuda da tecnologia, essa busca ficou bem mais fácil. Com uma rápida pesquisa na internet, utilizando um simples smartphone, podem-se encontrar diversas opções de imóveis. E elas podem vir com fotos, informações de preço, valor aproximado de condomínio etc. Também pelas redes sociais é possível visualizar detalhes sobre apartamentos, casas, salas comerciais e acessar informações sobre tais imóveis. Ciente dessa nova realidade, os próprios corretores já criam suas páginas para facilitar o relacionamento com o cliente.

Recente pesquisa, realizada por um portal de imóveis, mostra que, nos últimos cinco anos, a busca por um bem via internet aumentou de 3% para 10%. Isso indica que a web e as redes sociais estão se tornando importantes fontes de informações para quem quer adquirir um imóvel. “Hoje, 99% dos clientes vêm a nós depois de passar por uma situação on-line, com todas as informações já checadas. Antes, o cliente não tinha acesso a quase nada, mas, atualmente, consegue saber detalhes significativos para ele, desde a localização do imóvel a simulações de financiamentos”, afirma Fabiano Neaime, diretor da Qualitty Imóveis, imobiliária paulistana com atuação no mercado nacional e no exterior.

Diante desses novos tempos tecnológicos, como os profissionais do mercado imobiliário devem agir? Para o presidente da imobiliária Célula BH, José De Filippo Neto, os corretores não mais vendem imóveis, e sim, informações. “Vivemos na era da informação on-line, em que ninguém tem tempo a perder. É importante que o consumidor esteja atento para saber identificar onde obterá as informações mais completas, atualizadas e, portanto, mais confiáveis. E o corretor precisa estar tecnologicamente preparado para oferecer isso”, diz. Ele revela que 70% do seu público chega à empresa por meio do site da rede, muito pelo fato de os imóveis serem expostos com descrições detalhadas e com fotos. “Assim sendo, tanto o cliente quanto o corretor têm condições de refinar a busca pelo imóvel pretendido, tornando as pesquisas mais assertivas.”

DIRECIONAMENTO 

Fabiano Neaime salienta que o corretor precisa ter um diferencial no atendimento, conhecer bem o mercado e postura para transmitir segurança ao cliente. “Nem sempre os consumidores têm todas as informações corretas nas mãos. Torna-se importante ao profissional conhecer o assunto com profundidade, pois as ferramentas tecnológicas ajudam a direcionar o cliente, mas também podem atrapalhar e confundi-lo. Uma foto mal tirada, por exemplo, pode deixar o cliente inseguro”, completa.

O uso correto da tecnologia, segundo José De Filippo, proporcionou ainda a possibilidade de fomentar e aumentar o número de negócios entre as empresas credenciadas da rede. Isso graças ao compartilhamento on-line das carteiras de imóveis, cuja integração é realizada por um sistema exclusivo, desenvolvido pela própria rede imobiliária.

• Bom profissional

Para quem pretende seguir carreira ou melhorar seu desempenho profissional, é necessário, segundo especialistas, investir em treinamento e buscar informações. Adquirir produtos tecnológicos, como notebooks, smartphones, tablets e câmeras digitais também é importante. Veja a seguir algumas dicas:

» Encare a corretagem de imóveis como uma profissão que precisa de atualização, dedicação e investimentos em formação, seja ela especializada ou em atendimento ao cliente.
» Mantenha uma postura séria, ética e passe segurança ao cliente, tanto na compra quanto na locação.
» Entenda as necessidades dos clientes, assim como seu perfil. O que é bom para um, pode não ser para outro.
» Faça da tecnologia uma aliada. Invista em bons equipamentos e tome cuidado na hora de fotografar os ambientes. Uma foto mal tirada, desfocada e poluída pode desinteressar o cliente.
» Levante as informações sobre o cliente, como o melhor horário para uma ligação, visita ou mesmo para um bate-papo. Evite excesso de ligações em horários inadequados.
» Quando possível, tente contato com o cliente via e-mail, para passar mais detalhes sobre os imóveis, como fotos e plantas. Às vezes, o contato on-line pode ser mais eficaz e rápido no dia a dia.

Fonte: Qualitty Imóveis-LugarCerto

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP