Pesquize em toda a Web

Preços de imóveis novos em São Paulo devem ficar estáveis em 2014

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo registraram uma alta de mais de 20% no ano passado na comparação com 2012, de acordo com o Sindicato da Habitação Paulista.

No total, foram mais de 33.300 unidades comercializadas em 2013. Mas, apesar do crescimento, a previsão para este ano traz uma boa notícia para quem tem o desejo de realizar o sonho da casa própria.

Para o economista-chefe do sindicato, Celso Petrucci, os preços dos imóveis novos devem ficar estáveis em 2014, em termos reais. Ou seja, descontada a inflação. O mesmo deve acontecer com as vendas e com os lançamentos de apartamentos ou residências neste ano.
Entre os motivos para essa estabilidade, de acordo com o sindicato, estão eventos como Copa do Mundo e as eleições que poderiam desviar a atenção das pessoas da compra de imóveis.

Segundo Petrucci, as eleições, em particular, poderiam deixar as pessoas mais inseguras em relação ao rumo da economia.

O professor de Finanças da FGV-SP Samy Dana diz que se ele estivesse procurando um imóvel, não compraria agora: “Para mim, os preços estão caros, ou melhor, muito caros. Entendo que é um cenário de bolha imobiliária. Se subiu tanto, é porque está caro. Uma coisa importante e que a gente não tem dados disso, são os descontos. Os descontos aumentaram. Então, uma coisa é o preço anunciado, outra coisa são os descontos. Os descontos que estavam na faixa de 7% pularam para 15% no final do ano e, pelo que me informaram, posso estar errado, já trabalham na casa de 25%. Então a minha dica é: espera. O dinheiro tem que ser capitalizado, e com o dinheiro na mão boas opções podem aparecer nos próximos meses”.(G1)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP