Pesquize em toda a Web

Mercado acredita em crescimento sustentável em 2014 por conta do Mundial

domingo, 5 de janeiro de 2014

Especialistas acreditam que a Copa do Mundo trará valorização dos imóveis em BH neste ano

O que esperar este ano do mercado imobiliário? Especialistas ouvidos pelo Lugar Certo acreditam que os investimentos atraídos pela Copa do Mundo vão promover uma valorização dos imóveis em Belo Horizonte. Com a aposta de que a economia brasileira vai decolar em 2014, espera-se que o evento esportivo apoie um crescimento sustentável, aguardado depois de um período de acomodação.

Considerando que em 2013 o mercado passou por um período de ajuste da oferta e da demanda, consequência natural do boom observado cinco anos antes, o vice-presidente das corretoras de imóveis da Câmara do Mercado Imobiliário (CMI/Secovi-MG), Jamerson Leal, enxerga que este ano haverá um incremento nos negócios. “A oferta de crédito imobiliário deve continuar em alta. Isso é um bom sinal. Mostra que o crescimento será mais consistente, dentro da realidade do nosso povo, o que também favorece o panorama da locação”, opina o diretor da Leal Netimóveis. O especialista destaca o aumento do teto de uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que desde outubro do ano passado permite ao consumidor usar o dinheiro para adquirir imóveis de até R$ 750 mil.


Leal prevê que, diante da facilidade de adquirir a casa própria, muitos inquilinos vão sair do aluguel, deixando um número maior de imóveis disponíveis para locação. Com isso, ele ressalta que o locador se sente mais seguro para investir no segmento e o locatário se beneficia do aumento da oferta. “O locatário consegue escolher melhor, o que não necessariamente significa alta de preços.” O dirigente da CMI/Secovi-MG espera aumento entre 10% e 12% no decorrer do ano.

Para o primeiro vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), André de Sousa Lima Campos, este será o ano da reação. “Em 2014, todas as obras de infraestrutura para a Copa do Mundo precisam estar prontas, o que vai ajudar o mercado imobiliário. Melhoria nas vias de acesso, transporte público chegando mais fácil, hotéis ao redor, tudo isso influencia.” Campos avalia que os investimentos devem promover uma valorização dos imóveis – de maneira sustentável – e aumentar a velocidade de venda dos lançamentos, mas ele deixa claro que o evento esportivo não é o fator mais importante. O desempenho da construção civil está diretamente ligado ao cenário macroeconômico do país, que deve apresentar melhora daqui em diante.

À frente da Construtura Emccamp Residencial, voltada para o segmento econômico em Minas Gerais, Rio de janeiro e São Paulo, Campos acredita que o programa Minha casa, minha vida continuará este ano a ser a mola propulsora do crescimento do setor em todo o Brasil.

BOLA DA VEZ 

"
 oferta de crédito imobiliário deve continuar em alta. Isso é um bom sinal. Mostra que o crescimento será mais consistente, dentro da realidade do nosso povo, o que também favorece o panorama da locação" - Jamerson Leal, vice-presidente das corretoras de imóveis da CMI/Secovi-MG
Em relação à Copa do Mundo, o presidente da Rede Imvista, Fabiano Taylor, entende que os imóveis em toda a cidade vão valorizar com a onda de investimentos, mas em cada ponto será de maneira diferente. “Algumas áreas vão se destacar mais. Aquelas com mais espaço para crescer, seja para verticalizar ou receber empreendimentos comerciais, vão sofrer maior valorização”, analisa. Na opinião dele, a Região Leste deverá ser a bola da vez em 2014. O diretor da Taylor destaca a construção de grandes hotéis, o Centro de Convenções de Belo Horizonte (CCBH), a proximidade com a nova rodoviária e melhorias de mobilidade urbana nas avenidas Andradas e Cristiano Machado, além do fácil acesso ao Anel Rodoviário.

E depois do evento internacional? Taylor adianta que não existe razão para haver queda de preço, já que os investimentos são sólidos. Para os interessados em comprar imóveis, ele alerta que quem deixar para depois vai pagar mais caro. Na verdade, o especialista enxerga que o ano será marcado por uma boa rentabilidade para os investidores. “Arrisco dizer que, entre os investimentos seguros, o mercado imobiliário é o que dá melhor rentabilidade. Como em 2013 muitos aventureiros foram eliminados, acredito que quem comprou imóvel e quer vender vai conseguir este ano um retorno melhor.”

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP