Pesquize em toda a Web

Mercado de imóveis novos residenciais registra tendência de crescimento em SP

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Pesquisa do Secovi-SP aponta bons resultados em fevereiro, considerado mês de sazonalidade para o mercado imobiliário

O mercado de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo totalizou a venda de 2.109 unidades em fevereiro. O resultado indica crescimento de 12,8% frente a igual mês de 2011 (1.869 unidades) e de 97,5% comparado a janeiro de 2012 (1.068 unidades).

De acordo com o Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, responsável pela Pesquisa sobre Mercado Imobiliário, foi o terceiro melhor desempenho para o mês, considerando a evolução de vendas desde a mudança de metodologia, a partir de 2004. Nesse período, os destaques ficaram para os 2.858 imóveis escoados em fevereiro de 2010 e as 2.695 unidades negociadas no segundo mês de 2008.

Em síntese, o mercado de imóveis novos apresentou em fevereiro de 2012 o seguinte cenário:

  • 87,7% do total comercializado consistiram da soma de imóveis de 2 e 3 dormitórios. Foram 1.202 unidades de 2 quartos (57%) e 647 imóveis de 3 dormitórios (30,7%);
  • 43% das vendas (907 unidades) corresponderam a imóveis com área útil média entre 46 m² e 65 m²;
  • 74,9% das unidades escoadas no mês se encontravam na fase de Lançamento - ou seja, em período inferior ou igual a 6 meses desde o momento da colocação em oferta ao mercado;
  • 59,6% foi o indicador de Velocidade de Vendas referente aos 12 meses encerrados em fevereiro, superior aos 58,3% observados em espaço de tempo terminado em janeiro;
  • O VSO (Vendas sobre Oferta) mensal ficou em 10,3%.

Acumulado no ano

As vendas em unidades acumuladas no primeiro bimestre deste ano apresentaram alta de 17,7% (3.177 imóveis), comparado ao mesmo período de 2011 (2.699 unidades).

Já em Valor Geral de Vendas (VGV), expresso em reais, o movimento nos dois meses foi de R$ 1,4 bilhão, superando em 13,1% o faturamento do mesmo bimestre de 2011. Ou, em valores atualizados para fevereiro deste ano, R$ 1,28 bilhão.

Lançamentos residenciais

A Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio) apurou, no segundo mês do ano, o lançamento de 1.383 unidades, com alta de 105,2% em relação a janeiro último e queda de 52,3% sobre fevereiro de 2011.

Considerações

Fevereiro ainda integra o período de sazonalidade que caracteriza o mercado imobiliário, com baixo movimento no início do ano. “Mesmo assim, há indícios de crescimento consistente, ao se observar os indicadores da pesquisa”, pondera Celso Petrucci, economista-chefe do Sindicato.

As vendas em unidades e em valores vêm apresentando reação diante do histórico de desempenho dos meses de fevereiro apurados desde 2004. Segundo ele, além disso, no ano, também é melhor a desenvoltura das vendas em relação aos lançamentos.

Para o presidente do Secovi-SP, Claudio Bernardes, os dados confirmam as previsões de ajuste do mercado às novas condições, depois de período de crescimento, proporcionado por um cenário econômico exuberante nos últimos anos. “Com objetividade, é de se esperar que o mercado de imóveis continue a apresentar bons resultados em 2012 e nos próximos anos. Inclusive, cada vez mais bem distribuído no atendimento a diferentes faixas de renda familiar”, observa.
(Fonte Secovi SP)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP