Pesquize em toda a Web

Preço de imóvel em Pernambuco atinge patamares absurdos

quinta-feira, 15 de março de 2012



Há construtoras que não pagam nem o piso do engenheiro e mesmo com o aumento do valor dos terrnos, a inflação não é justificável

Devemos abrir o olho para o para o famoso “boom” imobiliário. Aproveitando a “boa fase” que vive o Estado, falta de concorrência e a grande oferta do crédito imobiliário, concedida pelos bancos, as construtoras e imobiliária estão, sem freio e irresponsavelmente, aumentando o preço de seus empreendimentos muito acima das tendências de mercado.

Especulações são criadas por conta da copa do mundo e das olimpíadas e os preços dos imóveis não param de subir. Se tais eventos possuíssem poder de perenizar a economia local nem a Grécia (olimpíadas de 2000) e nem o Japão (copa 2002) estariam passando por dificuldades econômicas. Vou dar um exemplo, em 2008, um parente adquiriu um imóvel de alto padrão na planta por R$ 147 mil. Hoje a mesma construtora está lançando um projeto “similar” em uma área de mesmo padrão, por R$ 350 mil. Um aumento aproximado de 140%.

De 2008 até 2012 os salários dos engenheiros e operários aumentaram muito pouco. Tem construtora que não paga nem o piso dos engenheiros. Mesmo o preço dos terrenos ficando mais caros não é justificável tamanha inflação.

Por isso venho lembrar que não é indicado comprar imóveis em períodos de alta valorização imobiliária. Os construtores diziam que os apartamentos ficaram menores para custarem menos. Hoje o que se vê é totalmente o contrário, os imóveis estão cada vez menores e mais caros. É a maior desvalorização do dinheiro do consumidor da história. (JornalDoComercio-Pernambuco)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP