Pesquize em toda a Web

Onda de expansão no mercado imobiliário é favorecida por oferta de crédito de até 40%

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O setor imobiliário capixaba continua otimista para 2012. A ideia dos empreendedores é aproveitar a onda de expansão, tanto nos municípios da Grande Vitória quanto em municípios do interior. Outro fator positivo é a oferta de crédito, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), com estimativa de aumento entre 30% e 40%.

O governo federal já anunciou que pretende reforçar a concessão de crédito por meio do Banco do Brasil. Em 2011, a instituição bancária encerrou com quase R$ 7,7 bilhões em financiamento de imóveis. O volume é traduzido por um aumento de 126% em relação ao de 2010, que fechou com R$ 3,4 bilhões. A perspectiva é encerrar 2012 com mais de R$ 12 bilhões.

Em Vitória, o bairro Jardim Camburi continua sendo um cenário positivo para construções. Mas, segundo o último Censo Imobiliário divulgado pelo Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Espírito Santo), o município de Cariacica está surpreendendo com o avanço em construções para uso residencial. Fora da Região Metropolitana, o município de Linhares vem despontando com a procura de terrenos para condomínios, assim como de salas comerciais.

De acordo com o Índice Imobiliário (IMOB) da BM&F Bovespa, a valorização é de 5,21%, com 788 pontos. Em 2010, o IMOB fechou com 1.036 pontos e, em 2011 com 749 pontos. Isso significa um desempenho considerável, pois a pesquisa mede o desempenho das empresas do setor relacionadas também à intermediação imobiliária e à exploração de imóveis.

A alta para 2012 diz respeito, ainda, ao compromisso dos empresários do setor, com maior envergadura e diversidade de empreendimentos. A meta das construtoras é proporcionar fidelidade aos investimentos, a partir da entrega do imóvel dentro do prazo estabelecido no contrato e caprichar na qualidade dos serviços. A manutenção do mercado interno e o aumento da renda familiar são fatores que contribuem para a rotatividade nos negócios imobiliários.

Outra perspectiva que anima empreendedores é que o Brasil, segundo pesquisa da Associação de Investidores Estrangeiros no Setor Imobiliário (Afire, sigla em inglês), será o segundo melhor mercado imobiliário do mundo na atração de investidores estrangeiros. Mesmo em crise, os Estados Unidos ainda continuam no topo das especulações.(Século Diário / ES,)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP