Pesquize em toda a Web

Aluguel em Belo Horizonte sobe mais que a inflação

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Oferta melhora em 2011, e mercado aposta em locações mais baratas
Os preços dos aluguéis em Belo Horizonte - comerciais e residenciais - continuaram em alta neste ano e sobem acima da inflação. De janeiro a novembro, o valor do aluguel comercial acumulou altas de 11,85%, enquanto a inflação foi de 6,59%, mas em 2010, o reajuste do aluguel comercial atingiu 15,80% para uma inflação de 5,33%. No aluguel residencial, o reajuste no acumulado do ano foi de 9,37%, mas em 2010, foi de 12,26%.

Os dados são da pesquisa realizada pela Câmara do Mercado Imobiliário (CMI/Secovi-MG) e pelo Instituto de Pesquisas Econômicas e Administrativas) Ipead/UFMG e foram divulgada ontem.

O presidente da CMI/Secovi-MG, Ariano Cavalcanti de Paula, justificou o maior reajuste no aluguel comercial devido à oferta desse tipo de imóvel que continua menor que o residencial. "A perspectiva é de que, no médio prazo, dentro de um ano a um ano e meio, a situação da oferta de imóveis comerciais se regularize", disse.

Sobre a queda no reajuste dos aluguéis em relação ao ano passado, Ariano Cavalcanti, disse que, dentre as causas, a economia está esfriando, a demanda está um pouco menor e a oferta tem atendido um pouco mais. "O aluguel residencial subiu menos que no ano passado. No médio prazo, devemos ter a estabilização de preço", informou Cavalcanti.

Em relação à oferta de imóveis residenciais para locação, a pesquisa indica aumento de 2,98% em novembro. No acumulado dos últimos 12 meses foi de 32,60%. A oferta de imóveis comerciais para locação caiu 3,82% em novembro. No entanto, o acumulado dos últimos 12 meses é positivo: 16,37%.

Em novembro, quando a inflação foi de 0,43%, o aumento de preço do aluguel residencial foi de 0,89% e, no acumulado dos últimos 12 meses, chega a 10,1% (no mesmo período, a inflação foi de 6,94%). Por segmento, em novembro, o aluguel de apartamento aumentou 1,03% e 0,82% para barracões. Já as casas tiveram queda de 1,66%. Por classes de bairros, os aluguéis de apartamentos apresentaram as seguintes variações: popular (0,40%), médio (0,74%), alto (0,92%) e luxo (1,35%).

No mês passado, os preços médios dos aluguéis comerciais, segmentados por tipos imobiliários, apresentaram as seguintes variações: 0,58% (andares corridos), 1,04% (casas comerciais), 1,20% (galpões), 1,05% (lojas) e 1,28% (salas). Por tipos, a variação da oferta comercial em novembro foi de 9,89% (andares corridos), 3,33% (casas comerciais), -15,95% (lojas), -0,75% (salas) e -0,78% (galpões).(OTempo-BH)





Valor está em disparada desde 2005
Na série histórica de 17 anos, a pesquisa de aluguéis CMI/Secovi mostra que o reajuste do aluguel residencial iniciou uma escalada, sem escorregões, a partir de 2005, quando o aumento foi de 8,76%, enquanto a inflação foi de 4,12%, de janeiro a novembro. Atingiu o ápice em 2008, quando o reajuste foi de 13,9% enquanto a inflação ficou em 4,20%.

No aluguel comercial, entre janeiro e novembro de 2006, o reajuste de 3,37% quase empatou com a inflação de 3,14%. O ponto alto foi em 2009, quando o aluguel comercial atingiu o reajuste de 16,46%, enquanto a inflação foi de 4,19%. (HL)


ElevaçãoComercial. A cotação do aluguel de salas comerciais em bairros da região Centro-Sul e hipercentro de Belo Horizonte varia de R$ 25 a R$ 80, o metro. O preço depende do local onde está.

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP