Pesquize em toda a Web

Venda de imóveis em São Paulo cresce 0,2% em julho, aponta Secovi

segunda-feira, 19 de setembro de 2011


Na comparação com julho de 2010, a variação ficou negativa em 14,3%.


19 de setembro de 2011 - O mercado imobiliário registrou em junho comercialização de 2.722 unidade, crescimento de 0,2% sobre junho, quando as vendas atingiram 2.716 unidades. Na comparação com julho de 2010, a variação ficou negativa em 14,3%. Os dados foram apresentados hoje pelo Sindicato da Habitação do Estado de São Paulo (Secovi-SP).

“O resultado não surpreende, já que, em 2010, o País atravessava um período de exuberância econômica, com índices de crescimento acima da média”, assinala o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci.

De acordo com o Secovi, o ritmo de vendas medido pelo indicador de Vendas sobre Oferta (VSO) ficou em 16,9% em julho, percentual considerado "bom" pela entidade, apontando que o mercado imobiliário está mais equilibrado. O indicador aponta a relação do total de unidades vendidas e a oferta do mês.

Segundo a pesquisa, os imóveis entre 46m² a 65 m² responderam pela comercialização de 1.219 unidades (44,8% do total), o maior volume de vendas do segmento do ano. Contudo, o melhor resultado do VSO foi apurado na faixa abaixo de 45m² (29,8%).

De janeiro a julho, as vendas recuaram 28,6%, ficando em 14.402 unidades ante 20.182 no mesmo período de 2010.

Lançamentos
De acordo com a Empresa Brasileira de Estudos sobre o Patrimônio (Embraesp), foram lançadas 2.732 unidades residenciais no município de São Paulo, queda de 13,7% em relação a junho, quando foram lançadas 3.168 unidades. Já em relação a julho de 2010, houve crescimento de 5,8%.

No mês, os imóveis de dois dormitórios tiveram participação de 51,4%, com 1.405 unidades.

No acumulado de janeiro a julho, as empresas lançaram um total de 16.724 unidades na cidade de São Paulo, alta de 3,5% e, relação ao mesmo período de 2010.

Na Região Metropolitana de São Paulo, composta por 39 municípios, incluindo a Capital, registrou um volume de vendas 7,6% superior ao registrado em junho, com 4.554 vendas ante 4.962 unidades.

As unidades de dois dormitórios registraram 60,5% do total negociado, ante os 49,4% registrados na Capital. Em relação ao VSO, no período o indicador ficou em 14,7% no sétimo mês do ano, ante 15,8% de junho.

Os lançamentos aumentaram 8,8% em relação, ficando e 5.393 unidades ante 4.956 unidades em junho, com o município de São Paulo respondendo pela metade do total lançado na região (50,7%).

Em 2011, as vendas acumuladas foram de 28.732 unidades, volume inferior ao s 37.897 imóveis comercializados em 2010. Já os lançamentos no período ficaram abaixo do total ofertado no ano passado, saindo de 31.279 unidades para 30.132 unidades residenciais.
(ultimoinstante.com.br)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP