Pesquize em toda a Web

Apartamento em BH valoriza mais de 200% em sete anos

terça-feira, 21 de junho de 2011

Valor médio passou de R$ 237 mil, em 2010, para R$ 284 mil, este ano

Em um ano, o preço médio de um apartamento em Belo Horizonte subiu 20,08%, o triplo da inflação acumulada no período, que foi de 6,51%. Em sete anos, subiu mais de 200%. Nos primeiros quatro meses de 2010, um imóvel poderia ser comprado por cerca de R$ 237,26 mil.

No primeiro quadrimestre deste ano, o valor médio subiu para R$ 284,90 mil. Considerando só o mês de abril, o preço chega a R$ 291,95 mil.

De acordo com o presidente da Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG) e Instituto de Pesquisas Econômicas e Administrativas da UFMG (Ipead), Ariano Cavalcanti de Paula, esse valor é 207,41% superior ao valor médio de apartamento em 2004 (R$ 91,97 mil), o que significa uma taxa de 1,33% ao mês.

A pesquisa, divulgada ontem, é feita com base nas emissões do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) no primeiro quadrimestre de 2011.

Segundo o levantamento, o mercado imobiliário da capital mineira movimentou aproximadamente R$ 2,67 bilhões de janeiro a abril de 2011, com 9.868 imóveis comercializados. Cerca de 70,8% desse valor veio da venda dos apartamentos que, sozinhos, movimentaram R$ 1,88 bilhão, contra R$ 1,39 bilhão de janeiro a abril do ano anterior. Junto com as casas, os apartamentos geraram negócios da ordem de R$ 2,2 bilhões, somando 7.735 imóveis vendidos.

Nesses dois segmentos, o comportamento do mercado foi distinto. A venda de apartamentos subiu 0,3%: de 6.603 unidades no primeiro quadrimestre de 2010 para 6.623 no primeiro quadrimestre de 2011 - aumento de 34,9%. No segmento de casas, no primeiro quadrimestre de 2010, foram negociadas 1.319 unidades e, no mesmo período deste ano, esse número caiu para 1.112. Já o valor total dos negócios com casas subiu de R$ 309 milhões para R$ 320 milhões.

Em abril, foram vendidos 1.609 apartamentos, contra 1.799 no ano passado. "Depois do aquecimento do mercado em 2010, a tendência é seguir para uma estabilização ou até mesmo para uma queda na quantidade de apartamentos vendidos", destaca Cavalcanti.(OTempo-BH)


0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP