Pesquize em toda a Web

Classes D e E impulsionam crescimento do mercado imobiliário brasileiro

sexta-feira, 8 de abril de 2011


As perspectivas do aquecimento do setor de construção civil não são pautadas somente pelo fato de investidores estrangeiros estarem de olho no país por causa dos eventos esportivos que receberemos em breve.

Um dado que vem chamando bastante atenção nas recentes pesquisas do setor, identificam um aumento do poder aquisitivo das chamadas classes D e E e seu interesse na compra e no financiamento da casa própria.

O aumento do crédito imobiliário, causado pelas diversas facilidades oferecidas pelas iniciativas pública e privada, proporcionaram aos brasileiros de menos renda a volta do sonho de construir seu próprio lar.

O Rio de Janeiro e os estados do Nordeste estão entre as regiões que mais receberão investimentos vindos do mercado imobiliário focado na construção de imóveis das classes D e E. No caso do Nordeste, investimentos de infra-estrutura para as cidades também fazem parte do plano de crescimento, o que aumenta as perspectivas de desenvolvimento da região.

População considerada “jovem” auxilia na confiança depositada no país
Um dos fatores que mais auxilia no bom momento do setor imobiliário no Brasil é o perfil da população que é considerada “jovem” – o que aumenta as perspectivas de consumo e dá expectativa de maior produtividade por parte desta população.

A ascensão de mais de 35 milhões de brasileiros à classe C também faz com que as expectativas sejam as melhores. Resta saber se este crescimento um tanto quanto acelerado, caminha ao lado de um planejamento geral e que possa oferecer uma qualidade de vida digna e acesso a todos os serviços públicos que o cidadão tem direito.

 Na sua opinião, quais são as maiores dificuldades de crescimento habitacional que o Brasil pode passar nos próximos anos com este crescimento acelerado e maior acesso das classes baixas aos imóveis?(VivaReal)


0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP