Pesquize em toda a Web

UPPs levam à valorização imobiliária de até 125% no Rio

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

O setor de imóveis foi um dos maiores beneficiados com a instalação de 13 Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) em toda a cidade do Rio. Em alguns bairros com comunidades pacificadas, a valorização imobiliária chega a 125%. Não à toa, o Rio é o município com mercado de imóveis mais aquecido do Brasil. 


De acordo com dados do Secovi Rio, órgão responsável pelo setor de habitação, o bairro de Copacabana, com três UPPs implantadas em seis comunidades, teve uma valorização imobiliária próxima de 100% entre julho de 2009 e fevereiro deste ano. Os imóveis com apenas um quarto tiveram variação positiva de 125,3% em seus valores, enquanto os de dois e três quartos, cresceram, 93,3 e 94% respectivamente no mesmo período.

Foto: Paulo Alvadia / Agência O Dia
Morador de Copacabana ganha com valorização de até 125% do valor dos imóveis 
Na Tijuca, beneficiada com quatro UPPs, a valorização foi de 110,5% para imóveis de dois quartos e de 109,1% para os de três, no mesmo período de tempo. Outros bairros onde ocorreu a implantação destas unidades, como Botafogo e Vila Isabel, também tiveram valorização próxima dos 90%. No subúrbio, a Penha, próxima ao Complexo do Alemão, chegou a registrar valorização de 50% após a ocupação da comunidade.

Segundo Leonardo Schneider, vice-presidente do Secovi Rio, a implantação de UPPs foi o principal responsável pela valorização de imóveis no Rio no último ano. 

"Hoje, as UPPs são as principais aliadas do mercado imobiliário no Rio. Mesmo em locais onde elas ainda não foram implantadas, mas em que há previsão, o mercado fica aquecido", afirmou Leonardo.

No entanto, a valorização não foi restrita aos bairros beneficiados com a pacificação. Para Leonardo, outros pontos da cidade também ganharam no que diz respeito ao valor dos imóveis.

"É claro que as regiões mais próximas foram as mais beneficiadas. Mas, como uma região da cidade dá acesso a outra, o Grande Rio como um todo ficou muito valorizado no mercado imobiliário", finalizou o especialista.(ODia)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP