Pesquize em toda a Web

PBH assina financiamento de obras com Caixa Econômica

sexta-feira, 9 de julho de 2010

O prefeito Márcio Lacerda e o ministro das Cidades, Márcio Fortes, assinaram com a Caixa Econômica Federal (CEF), esta quarta-feira, os contratos referentes às obras para melhoria da mobilidade urbana da capital com vistas à Copa do Mundo de 2014. A solenidade encerrou-se com a entrega ao prefeito, pela presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Luzia Ferreira, do Plano Diretor de Belo Horizonte e do Projeto de Lei 820/09, que dispõe sobre o uso e ocupação do solo na capital.(veja link do PL820/09 no final da postagem).

Diante de autoridades do Executivo municipal, prefeitos e representantes de empresas de transportes e construção civil, além dos vereadores Ronaldo Gontijo (PPS) e João Oscar (PRP), o secretário Municipal de Políticas Urbanas, Murilo Campos Valadares, apresentou os empreendimentos de mais de um bilhão de reais que devem começar a ser executados no mês de julho.

O prefeito Márcio Lacerda destacou a aprovação pela Câmara Municipal, em tempo recorde, do PL 820, que irá orientar todas as intervenções urbanísticas e de infraestrutura a serem realizadas na cidade. (veja link do PL820/09 no final da postagem).

As obras apresentadas foram selecionadas pelo chamado PAC da Mobilidade, do Governo Federal, e incluem a implantação do sistema Bus Rapid Transit (BRT) em três dos principais corredores de trânsito da capital: Antônio Carlos-Pedro I, Pedro II-Carlos Luz e Cristiano Machado, além de intervenções na área central. O modelo, adotado com sucesso em algumas cidades como Curitiba e Bogotá, na Colômbia, privilegia o transporte coletivo rápido e de alta qualidade, com pistas exclusivas e estações de embarque/desembarque.

Além dos BRTs, o programa prevê a construção da Via 210, ligando a Via do Minério à Av. Teresa Cristina, e da Via 710, entre as avenidas dos Andradas e Cristiano Machado, além da extensão do Boulevard Arrudas e a ampliação da Central de Controle de Tráfego da BHTrans.

Legado
Belo Horizonte é a primeira cidade-sede a assinar o PAC da Copa do Mundo de 2014. “As obras não são exclusivamente para a Copa do Mundo de 2014, mas um compromisso internacional deste porte é sempre um bom motivo para irmos na direção dos nossos objetivos”, afirmou o ministro das Cidades, Márcio Fortes.

O ministro e o prefeito enfatizaram a importância das parcerias suprapartidárias e a atuação de todos os que se empenharam na elaboração dos projetos e na concretização dos contratos. “Além de proporcionar maior mobilidade urbana durante a Copa, a convergência com outros projetos e o legado permanente para a cidade foram preocupações constantes durante as discussões”, afirmou o prefeito.

VEJA AQUI INTEGRA DO PL 820/09 (Lei Uso e Ocupação do Solo) enviado ao Prefeito para sanção (Clique Aqui) e faça o download do arquivo em PDF.


Responsável pela Informação: Superintendência de Comunicação Institucional./Blog IBEI 

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP