Pesquize em toda a Web

Mercado Imobiliario: Demanda por imóveis supera oferta em Curitiba

sábado, 10 de julho de 2010

Centro de Curitiba: oferta de imóveis é menor que a procura.


A procura por imóveis novos em Curitiba acontece em uma velocidade maior que o mercado consegue suprir. É o que concluem representantes de empresas do ramo.

Para eles, o índice de Venda de Imóveis Novos Sobre a Oferta (VNSO), na capital paranaense, está maior que o estimado pelo setor. De acordo com o indicador, 10,7% das unidades lançadas são vendidas em até um mês. Mas as empresas vinham trabalhando com uma taxa em torno de 8%.

Para o presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi-PR), Gustavo Selig, a taxa de velocidade de vendas deve continuar alta pelo menos nos próximos quatro anos.

Segundo ele, o aumento no índice foi mais expressivo nos últimos três meses, mas desde o início do ano já era possível perceber mudanças no mercado. Selig atribui o crescimento abrupto principalmente à estabilidade da economia e a maior facilidade que os consumidores vêm tendo para obter linhas de crédito.

O presidente da Ademi-PR lembra que há cinco anos, por exemplo, os consumidores não tinham como acessar tantas opções de financiamentos como hoje, quando é fácil encontrar crédito a juros relativamente baixos, entre 6% e 12% ao ano.

Porém, nem só o crédito é responsável pelo fenômeno. De acordo com Selig, hoje existe maior diversidade de produtos, e ao mesmo tempo uma grande demanda reprimida, criada em anos anteriores.

Selig lembra que o mercado imobiliário trabalhou por muito tempo com um índice de velocidade de vendas de 5%. Isso aconteceu em um grande período de estagnação do setor em Curitiba, entre 1999 e 2005.

Agora, mesmo com o índice VNSO mais que dobrado e acima do percentual considerado ideal, de 8%, ele avalia que ainda há espaço para mais crescimento. O dirigente acredita que a taxa possa alcançar um teto de até 12% nos próximos anos.

O diretor geral da Galvão Vendas, Gerson Carlos da Silva, confirma que todos os lançamentos imobiliários da empresa têm sido vendidos muito rapidamente, principalmente os imóveis de menor valor.

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP