Pesquize em toda a Web

Crédito para compra da casa própria pode chegar a 10% do PIB

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Para Jorge Hereda, política habitacional e economia estável resultam na expansão do crédito imobiliário


O crédito imobiliário no Brasil está em um ciclo de crescimento e atingiu os maiores patamares dos últimos 20 anos, segundo o vice-presidente de Governo da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda. "O país entrou em um ciclo virtuoso do crédito imobiliário e isso vai fazer a gente passar rapidamente dos 3% do PIB [Produto Interno Bruto], que nós temos em crédito imobiliário, para algo perto de 10% em cinco anos", disse nesta durante o lançamento do 6º Feirão da Casa Própria.

Até o dia 23 de abril, a Caixa bateu recorde em contratação habitacional. Foram emprestados R$ 19,6 bilhões, o que equivale ao atendimento de 323.268 famílias com financiamentos habitacionais. O montante é 126% maior do que o financiado no mesmo período de 2009 (R$ 8,7 bilhões). A instituição pretende fechar o ano com R$ 60 bilhões em financiamentos para moradia, 27,6% mais do que os R$ 47 bilhões registrados em 2009.

O crescimento da oferta por parte da Caixa é, segundo Hereda, acompanhado pelas outras instituições que atuam no ramo, já que, apesar do aumento do volume emprestado pelo banco, a participação no mercado permaneceu a mesma. A instituição é responsável por 73% do mercado de crédito imobiliário.

Ele destacou que a expansão do crédito está acontecendo de maneira segura devido a dois fatores: a política habitacional do governo e a estabilidade econômica. "O relevante, nesse momento, é que as condições estão sendo criadas para que essa contratação aconteça de maneira sustentada e que isso não seja um voo de galinha, o quer dizer ter um voo que aconteça durante alguns anos ou décadas", explicou.

Durante o mês de maio, a Caixa realiza, em 13 cidades, o Feirão da Casa Própria, que vai ofertar cerca de 450 mil imóveis entre novos, usados e na planta. Desses, 200 mil estão incluídos no programa Minha Casa, Minha Vida e são destinados a famílias com renda superior a três salários mínimos.(Estaminas-AgenciaBrasil)


0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP