Pesquize em toda a Web

Construir ou reformar ficou mais caro, revela pesquisa

quinta-feira, 6 de maio de 2010

A reforma ou construção de casas, apartamentos e outros tipos de edificações ficaram mais caras no país em consequência de reajustes de preços dos materiais e de correções salariais. De acordo com o Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), no período de 21 de março a 20 de abril, as despesas nesse setor aumentaram 1,17%, índice bem acima do registrado nos 30 dias anteriores (0,45%).

O indicador consta da apuração do Índice Nacional de Custo da Construção - Mensal (INCC-M), que no quadrimestre acumula alta de 2,51% sobre o mesmo período do ano passado. Nos 12 meses encerrados em abril (inflação anualizada), o índice acumula 5,35%. De março para abril, o que mais onerou os empreendimentos imobiliários foi o custo da mão de obra, com alta de 1,73%, na média das principais capitais, ante 0,40% no período passado.

Das sete capitais onde é realizada a pesquisa, cinco apresentaram aumento. As elevações mais expressivas foram no Rio de Janeiro (9,79%), em Salvador (6,18%) e Porto Alegre (2,60%). As demais localidades com alta são: Brasília e Recife. Em São Paulo, a taxa permaneceu estável e em Belo Horizonte houve decréscimo.

Os materiais e equipamentos empregados nas obras passaram de 0,45% para 0,73% com destaque para a elevação do custo do transporte de pessoas (de 0,27% para 0,84%).(AgenciaBrasil)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP