Pesquize em toda a Web

Interior de MG: Empreendedores investem em loteamentos

quinta-feira, 4 de março de 2010

Os índices positivos de desenvolvimento social e humano, excelente qualidade de vida e economia fortalecida foram os principais norteadores para que empreendedores do setor de construção civil e mercado imobiliário escolhessem cidades do interior de Minas Gerais para a elaboração de loteamentos residenciais.

Assim, cidades como Araújos, região central do Estado, Igaratinga, o distrito Antunes e Cláudio, no Oeste de Minas, ganharam empreendimentos de tirar o fôlego.

Entregues com infraestrutura completa como asfalto, água, esgoto, energia elétrica entre outros, os loteamentos terão como público-alvo moradores que procuram conforto e qualidade de vida.

"As cidades escolhidas são polos industriais seja da moda, setor de calçados ou do setor da construção civil. Igaratinga, por exemplo, é a capital nacional de tijolo cerâmico, com mais de 82 indústrias cuja produção de 2010 já está toda comprometida. Já Araújos é um município próximo a Nova Serrana. "A cidade tem a economia voltada para a indústria de calçados e confecções, com mais de 180 pequenas e médias empresas", explica Hypólito Matos, diretor presidente do grupo Hypólito Imóveis, atuante no mercado há mais de 30 anos.

Assim, como explica o profissional, os loteamentos foram elaborados para um público em ascensão, principalmente nestas cidades nas quais a economia se encontra bastante fortalecida.

"Não existe desemprego nestas regiões. Esse é o principal estímulo para grandes investimentos no setor imobiliário", revela.

Bem localizados.

Outro impulsionador para o fortalecimento destes municípios como polos industriais é a chegada de loteamentos em alto padrão. A proximidade a importantes rodovias como, por exemplo, a BR-262, em fase de duplicação, contribui ainda mais para facilitar o escoamento da produção, além da proximidade com a capital do Estado.

Segundo Hypólito, o distrito de Antunes está a apenas 5 km de Igaratinga, e a 98 km de Belo Horizonte.

"Por estarem muito bem localizados, os loteamentos recebem como público residentes ou empresários da região. "Eles buscam atender a demanda reprimida por moradias com alta qualidade e infraestrutura, tendo em vista a carência de espaços bem formatados e dentro da legislação prevista", completa Hypólito.


Aquecimento
Interior segue tendência do segmento na capital

A força da economia de grandes polos industriais do Estado tem sido fundamental para o surgimento de loteamentos residenciais de alto luxo no interior de Minas Gerais. Assim, municípios como Araújos, Cláudio, Igaratinga e o distrito de Antunes passam a oferecer opção para quem procura qualidade de vida e conforto, além de opção de investimento no mercado imobiliário.

Araújos está localizada a 165 km de Belo Horizonte, a 25 km de Nova Serrana e seus moradores já podem contar com loteamentos residenciais que oferecem infraestrutura com qualidade de vida.

Como revela Hypólito Matos, empreendedor e diretor da Hyemil Imóveis, empresa do grupo Hypólito, a região já conta com quatro loteamentos, totalizando uma área de 74 hectares. “São cerca de 800 lotes, com áreas que variam de 280 a 4.000 metros quadrados. Já comercializamos cerca de 250 unidades. Oferecemos estrutura completa com água, luz, esgoto, calçamento, meio fio, arborização e energia e preço médio de R$ 100 o metro quadrado”, afirma Hypólito.

Como explica Jorge Luiz Oliveira de Almeida, um dos empreendedores responsáveis pelos empreendimentos no interior, os loteamentos do município Igaratinga e distrito de Antunes, na região Centro-Oeste do Estado, já estão em fase de preparação documental para lançamento, previsto para os próximos 60 dias.

Segundo o profissional, o loteamento de Igaratinga irá oferecer 350 lotes, com área média por unidade de 360 metros quadrados. Já o empreendimento do distrito de Antunes irá oferecer 163 lotes, com áreas que irão variar de 200 a 445 metros quadrados.

“Nossa expectativa em relação aos loteamentos são as melhores possíveis, principalmente por estarem localizados em importantes polos industriais do interior de Minas. Igaratinga é considerada a capital do tijolo cerâmica do Brasil”, explica.

“Os loteamentos estão sendo feitos exclusivamente para atender a grande demanda reprimida nas duas cidades. A economia na região é promissora e os moradores apresentam grande capacidade para investimento neste tipo de empreendimento”, completa Jorge Luiz. (Alessandra Mizher-OTempo)

1 comentários:

Cemara Loteamentos 10 de julho de 2012 07:37  

Gostamos muito da matéria! Parabéns!
E pra quem procura investimentos em loteamentos abertos, fechados ou loteamentos industriais na região de Campinas, Piracicaba e Ribeirão Preto a Cemara Loteamentos tem a opção correta pra você. Podemos tanto tirar suas dúvidas a respeito do assunto, como apresentar ótimas oportunidades que cabem no seu bolso! www.cemara.com.br

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP